sexta-feira, 31 de julho de 2009

Essência masculina numa caixa

Comprei, no Continente, um cesto rectangular pequeno e com tampa. Cheguei a casa, tirei-lhe a tampa e coloquei-o na casa de banho com produtos de higiene (cremes, água do mar e pouco mais). Ficou logo tudo mais organizadinho.

Quando o papá cá de casa entra na casa de banho e dá de caras com semelhante obra-prima, imediatamente discursa sobre o assunto:
- E para mim, não há? Não compraste? Também quero um. Olha a ver se trouxeste para mim!
Respondo:
- Ainda pensei nisso, mas pensei que não querias, e não sabia se cabia aí.
- Tens de comprar um para mim. Preciso para pôr os meus produtos todos que estão ali. Olha, vês? Quando fores lá, compra outro.

[Era tudo tão mais simples antes da metrosexualidade...]

7 comentários:

rita disse...

Pois era! Agora é só produtos deles nas casas de banho, que chatice. Só me chateia porque sou eu que limpo e arrumo as casas de banho:)
Bjs

Maria disse...

Oh. Ele também tem direito :P

susana disse...

Ainda dizem q nós é q somos vaidosas pois eles n se ficam atrás :))))

jokitas

Carla Isabel disse...

LOL
...mais simples, o meu marido usa o meu creme hidratante...LOL

CLS disse...

Eheheh, estes gajos de hoje em dia! :)
Beijinhos.

Anónimo disse...

um metrossexual é só um gajo a 1 metro de ser gay...lolol

CLS disse...

Oláaa, está tudo bem?
:)