sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Em piloto automático

Gostava de adormecer e só acordar quando o meu filho falar (o que significaria vê-lo mesmo bem).

Eu sei que há situações muito mais complicadas, que há milhões de pessoas a morrer à fome e que houve um terramoto catastrófico, mas não consigo ficar mais feliz ou menos infeliz por causa disso. O que se passa aqui pode nada interessar à humanidade, mas está a dizimar-me.

8 comentários:

Carla Isabel disse...

Amiga, coragem e calma!Muita calma!

Beijos

Luz de Estrelas disse...

Ó miga. É mesmo. A preocupação consome. Às vezes só nos resta a esperança e a fé, mas a ti sugiro-te sobretudo paciência e força porque o menino VAI FALAR. Acredita nisso. Ele já iniciou o processo, o que prova que o quer e o consegue fazer.

rita disse...

Beijo e muita força.

Edith disse...

Pois eu compreendo-te. O meu filho tem 22 meses, até há bem pouco tempo não se entendia nada do que ele falava, dizia uma duzia de palavras, agora já vai dizendo mais palavras, embora ainda não seja capaz de construir frases. Sim eu sei que o teu menino já tem mais de 2 anos, mas se o pediatra dele acha que ele está apenas com um pequeno atraso na fala, provavelmente ele é mais preguiçoso. Eu também tenho dias em que me sinto um pouco aflita por o Pedro ainda não falar bem, ainda mais quando as pessoas me perguntam se ele já fala muito :0(

Um beijinho e calma!

CLS disse...

Que dizer-te?! Acredita, não desesperes. Um beijinho cheio de força.

mamã Diana disse...

Nem sei que te dizer para te serenar. Mas temos que ter fé. O teu miúdo vai acabar por falar, torço por isso.

Beijinhos.

Tita disse...

Um xi do tamanho do mundo...
Respondi-te com um post a esclarecer, parece que não me fiz entender.
Um beijinho cheio de força sim!!

csr disse...

vim aqui chorar, posso???
tenho acompanhado o teu drama com o pequeno M e vejo-me a atravessar o mesmo com o meu mais novo. 23 meses, com perda de audição, vocaliza alguns sons outros não, pois está tb com problemas nas cordas vocais, vamos fazer um exame complicado, (tão complicada fiquei eu que nem sei o nome, sei que terá de ser anestesiado para o realisar), tenho medo, muito medo, por muitos motivos e porque sei que se o resultado não for o melhor o processo que se avizinha não é nada agradável.
Um beijo, grande, apertado...