quarta-feira, 2 de abril de 2008

Queda

Na segunda-feira, pu-lo no sofá só para virar as costas e pegar numa fralda e nas toalhitas. Dei-lhe uma caixa de CD para brincar, porque, geralmente, fica entretido e facilita a mudança da fralda. Foi mesmo só um virar de costas e ouço um estrondo. Caiu. O sofá é baixo mas não deixou de ser uma queda.

Contrariamente ao que deve ser feito nestas alturas, em que não de deve tocar na criança para ver se e como reage, instintivamente peguei nele. Estava consciente e chorava, queria ampará-lo. Peguei nele, portanto, e continuava a chorar desalmadamente, com lágrimas e tudo. Parecia que um braço estava 'diferente' do outro, que não o mexia bem, mas não chorava mais por mexer nele. Levei-o à janela, para ver os carros, e acalmou um pouco, muito pouco. Só ficou mais tranquilo quando o deitei, de novo, no sofá, mas continuava a choramingar. E eu, aflita, já me via a telefonar para o 112 ou a ir com ele para o hospital...

De repente, silencia. Porquê? Porque encontrou, acima da sua cabeça, duas outras caixas de CDs. Aí, já mexia os braços, as pernas, a cabeça, tudo, só para apanhar as ditas caixas. Pegou nelas e começou a brincar, muito satisfeito. Suspirei de alívio, mas demorei algum tempo a interiorizar que aquele choro afinal era mais por causa do CD perdido do que pela queda em si.

Continuei alerta até ao dia seguinte, não fosse ele vomitar ou adormecer sem ser nas alturas em que o costuma fazer. Mas esteve sempre bem, nem com um galo ficou. Eu dei graças a Deus e aprendi a lição. :S

8 comentários:

rita disse...

Ai...conheço a sensação. Duvido que haja alguém q cumpra essa indicação de não lhes pegar logo q caiem. Quem é q consegue ver um filho caído no chão a chorar, sem fazer nada??
A mim também me serviu de lição. Ainda bem q não foi nada...
Bjs

María&Pezucos disse...

Eu também lhe pegaria logo, é instinto!
Ainda bem que foi só um susto!

Cheguei aqui através do baby Boom!

Bjnhos grandes

sorrisos da minha alma disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
sorrisos da minha alma disse...

Instinto de mãe!
Imagino o teu susto credo! Ainda bem que não se magoou.
Beijos

Claudia_peixinha disse...

Eu tenho pavor de quedas assim com eles tão bebés.
Ai nem quero imaginar...
Do susto ninguem te livrou .

BJs.

CLS disse...

Essas quedas põem-nos sempre o coração na boca, seja dos pequenos seja dos grandes. Na semana passada, a Camila caiu de boca no chão, ía desfalecendo quando lhe vi a boca cheia de sangue, mas tratei-a primeiro, vi que estava tudo bem e depois é que me autorizei a tremer. Acho que vai ser assim toda a vida, não achas? ;)
Beijinhos

Sandra disse...

Acontece a todos!

Foi só um susto.

Beijinho,

Sandra

Mamã Etc e Tal disse...

Cls: Toda a vida mesmo. Agora são umas preocupações/sustos; depois virão outros. Ui! ;)